sábado, 29 de agosto de 2009

Banda larga no Brasil é lenta e cara




Fonte: Tele Sintese. Data: 27/08/2009.
Autora: Miriam Aquino.
O coordenador do programa de inclusão digital da Presidência da República, Cezar Alvarez, conclamou as empresas de telecomunicações a se engajarem no Projeto Nacional de Banda Larga, que deverá estar definido pelo governo em 30 dias, conforme determinou ontem o presidente Lula. Segundo ele, o governo está disposto a discutir todas as questões que possam ajudar a criação de uma política nacional de banda larga, desde que as empresas também saibam que precisam fazer a sua parte. "A banda larga no Brasil é pouca, concentrada, lenta e cara", disparou ele.
Em um duro recado paras as empresas, ele assinalou que a banda larga é uma ferramenta para efetivar os direitos de cidadania, mas ela não estaria cumprindo este papel. Assinalou que dos 24% dos domicílios brasileiros que têm computador, apenas 17% têm acesso à internet, dos quais 30% com velocidades de até 256 Kbps. "Além disso, 40% da banda larga do país está concentrada no estado de São Paulo e 80% nas regiões Sul e Sudeste". Para demonstrar que o serviço também é muito caro, ele lembrou que, na cidade de Manaus se oferece 200 Kbps por R$ 119,00. Outro exemplo para respaldar as críticas do governo: 78% das empresas brasileiras têm banda larga abaixo de 2 Mbps. "Com a política, o governo quer não apenas estimular a oferta, mas também apoiar a demanda", concluiu.

2 Comentários:

Mariana on 25 julho, 2012 disse...

E como terminou esse projeto da banda larga? Porque a verdade, eu não ouvi nada sobre isso.
Um do meus companheiros de trabalho de radiologia no rio de janeiro que sabe de tecnologia me falou sobre este projeto.

Lorena Nelza Ferreira Silva on 30 julho, 2012 disse...

Boa tarde Mariana,

No site do Ministério das Comunicações você poderá saber mais sobre o PNBL no link http://www.mc.gov.br/acoes-e-programas/programa-nacional-de-banda-larga-pnbl
e também acompanhar os municípios que já foram atendidos no link http://www.mc.gov.br/acoes-e-programas/programa-nacional-de-banda-larga-pnbl/municipios-atendidos

Abraço,

Lorena.

Arquivo

Categorias