terça-feira, 18 de maio de 2010

Quem se "porta mal" é bom bibliotecário




Já repararam que mesmo após vários anos de “ciência da informação”, da proliferação das pós-graduações, das licenciaturas e mestrados na área continuamos a ser vistos como sempre o fomos… Não acreditam então vejam aqui.

2 Comentários:

Eugenio 13, OFS on 18 maio, 2010 disse...

Paz e bem!

Uma coisa é a situação
mais ou menos apresentada
na reportagem porguguesa.

Outra coisa
é o que é insinuado
na postagem.

Sou bibliotecário,
tenho orgulho da profissão que escolhi,
e não será um pósgraduação
em Ciência da Informação
que me fará deixar de ser bibliotecário.

Acho uma infantilidade
procurar outro nome para nossa profisão.
Várias outras profissões
tiveram grandes tranformações
no seu fazer profissional
e nem por isto mudaram de nome.

Nuno de Matos on 21 maio, 2010 disse...

Obrigado pelo seu comentário.

O problema, neste caso, é a falta de respeito pelos profissionais da área sejam eles bibliotecários, arquivistas ou como agora está em voga (pelo menos por cá) cientistas da informação que investem na sua formação, tem orgulho da sua profissão e depois são confrontados diariamente com situações como a relatada de responsáveis que acham que o melhor castigo para um "mau funcionário" é enviá-lo para a biblioteca ou para o arquivo.

Esta situação é que é inadmissível!

Arquivo

Categorias