terça-feira, 21 de março de 2006

Google quer lançar Book Search no Brasil




Google que lançar Book Search no Brasil
Fonte: Filipe Serrano. O Estado S. Paulo URL: <http://www.estado.com.br/>*20 março 2006
Apesardo receio das editoras de livros, o Google conseguiu pelo menos duas parcerias no Brasil: com a Senac e com a Callis. O objetivo é lançar a versão brasileira do Google Books Search, uma ferramenta de busca de livros. O Google ainda tenta fechar acordos com dez editoras do País, mas não revelou quais. O contrato mais recente foi fechado pela empresa com a editora do Senac, no final de janeiro deste ano. Segundo Marcos Vinícius Barili, gerente-editor, a editora mandou os seus 660 livros para a digitalização. "Isso pode ajudar o leitor a localizar conteúdos e a saber como pode comprá-los. A Senac se interessa pela ampla divulgação", disse Marcos Barili. Ele acredita que não há problemas de direitos autorais. A primeira a fechar com o Google foi a editora de livros infantis Callis, no ano passado. Segundo Miriam Gabbai, editora da Callis, 90 dos 350 títulos foram enviados para o Google. "Não me preocupei porque livros infantis têm um custo alto para imprimir, mas entendo o receio das outras editoras", disse. Ela acredita que o Google não conseguiu explicar corretamente o que é o serviço.
Eduardo Blucher, coordenador do Grupo de Estudos e Tecnologias da Câmara Brasileira de Livros (CBL), disse que há preocupação em relação aos livros técnicos e universitários. "Cada capítulo do livro é importante e, mesmo se a pessoa acessar cinco páginas por dia, já é uma perda", disse Blucher.
O Google Book Search permite que se busque livros por título, autor, editora, data de publicação e ISBN (padrão internacional de numeração delivros). É possível também procurar por trechos nos livros. Cinco páginas podem ser lidas e variam a cada dia. O serviço indica os sites para a compra. "Estamos comprometidos em investir amplamente na indústria editorial brasileira", afirmou Marco Marinucci, gerente de Desenvolvimento do Google Book Search.
*E-BOOKS*
Enquanto a novela do Google Books não aponta para um final feliz no Brasil, os leitores tecnológicos têm boas novidades no mundo dos livros eletrônicos. É cada vez maior o número de obras clássicas disponíveis para download gratuito em sites como E-BookCult <http://www.ebookcult.com.br/>, DomínioPúblico <http://www.dominiopublico.gov.br/>, Biblioteca do Estudante da Língua Portuguesa <http://www.bibvirt.futuro.usp.br/>, VirtualBooks <http://virtualbooks.terra.com.br/> IGEducação <http://igeducacao.ig.com.br/>. Obras da literatura mundial estão ao alcance no site do Projeto Gutenberg <http://www.gutenberg.org/>, que desde 1971 digitaliza livros. São 17 mil títulos e podem ser baixados para oPC, para computadores de mão e leitores de e-livros.
Um dos aparelhos leitores foi exposto no estande da E-BookCult na Bienal doLivro de São Paulo, que terminou ontem. Ele vai estar à venda no Brasila inda este ano pelo precinho de U$S 600. A biblioteca digital portátil armazena até 40 livros na memória.

1 Comentários:

Paulo Sousa on 22 março, 2006 disse...

Com esta política monopolista, não estará o Google a tornar-se o "Sol da Informação"? Será este o rumo certo para o livre acesso à informação? (Na China, o Google coopera com o governo, pois não disponibiliza a informação que seja censurada pelo governo chinês, aquando das pesquisas efectuadas). No imediato, o desejo de todos é o acesso facilitado à informação, contudo, a breve prazo, o acesso "facilitado" pode envolver custos, (Perfis de utilizador vs. qualidade da informação)! Sobre estes desígnios, muito há a questionar, o futuro o dirá!

Arquivo

Categorias